8 de outubro de 2011

Doí cada vez que te olhas ao espelho e te sentes vazia por dentro. Doí saber que te procuras nas outras pessoas porque já não encontras nada teu, em ti. Dói ver que as paredes que te suportavam começam agora a cair, e tu vais indo com elas. Não vês que é o circulo da vida? Não. Eu sei que não. Sempre viveste de olhos fechados, à espera que te dessem uma pequena visão da vida. É por isso que as pessoas te magoam. Acreditas sempre no que elas dizem ter para te dar, sem nunca veres sinal de nada. E claro que dás de ti, a quem nunca te dá nada de volta. E assim cais, continuas a cair um pouco mais fundo todos os dias. E depois também queres ter sempre perto de ti aquilo que sabes que está longe. É isso o que mais te magoa no coração, não é? É. E tu sabe-lo que sim. E ainda assim continuas a insistir, a pedir à vida que te traga aquilo que nunca tiveste, e oh, depois chega a noite e deitas-te com o coração desfeito nas mãos sem nunca teres ninguém que volte para o consertar. Agarras-te demasiado a laços de amor que no fundo sabes que nunca se criaram, e quando dás por ti estás envolvida num mar de ilusões e sonhos desfeitos. É isto o que sentes mas não tens jamais a coragem de o mostrar. E eu que te  vejo todos os dias na altitude dos sonhos, sei o que os teus olhos dizem, mais do que tu própria me pretendes mostrar. 

21 comentários:

  1. e tu escreves perfeitamente bem, sabes? e apesar de sabermos que a pessoa está a sofrer é muito bom conhece-la tão bem ao ponto de só ter de olha-la nos olhos e perceber tudo.

    ResponderEliminar
  2. oh, nem sei que te dizer princesa, muito obrigada mesmo:')

    ResponderEliminar
  3. ao início achei que estavas a falar de ti para ti :s

    ResponderEliminar
  4. isso é bom, acredita! evoluíste, então :)
    cuida dessa pessoa, de certeza que vai precisar de muito carinho.

    ResponderEliminar
  5. tive que recomeçar de novo mas recomeçei bem, penso eu! um grande obrigada para ti também <3

    ResponderEliminar
  6. está lindo o texto :) e obrigada pela força ;)
    estou a seguir :p

    ResponderEliminar
  7. 'e oh, depois chega a noite e deitas-te com o coração desfeito nas mãos sem nunca teres ninguém que volte para o consertar.' isto é que foi mágico.

    ResponderEliminar
  8. 'e oh, depois chega a noite e deitas-te com o coração desfeito nas mãos sem nunca teres ninguém que volte para o consertar.' acho que cada frase que aqui deixaste, podia ser uma página do meu diário, acho mesmo. está feito de coração, notasse bem!

    ResponderEliminar
  9. este texto está tão cheio, tão cheio! adoro, adoro mesmo.

    ResponderEliminar
  10. Dói mesmo e sim, tenho de dar a volta por cima.
    Obrigada e o teu post está lindo :)*

    ResponderEliminar
  11. muito obrigada, querida.
    gostei muito *

    ResponderEliminar
  12. tens tanto razão docinho, mas não devia ser assim, não devia. <3

    tu és linda

    ResponderEliminar
  13. Tens tanta razão, infelizmente :/
    Gosto muito do que publicas, sigo-te (:

    ResponderEliminar