10 de novembro de 2011

Um dia eu conseguirei escrever-te tudo o que te quero dizer, sabes? Sem dor, sem lágrimas e sem ter o coração assim um pouco apertadinho. Eu sei que esse dia há de chegar, como tão cedo chegou o da tua partida. Oh, eu não esperava mas a vida levou-te bem cedo de mim, não foi? É que eu era pequenina e disseram-me que tu tinhas ido fazer um passeio eterno ao paraíso e que eu um dia iria voltar a encontrar-te. Oh um dia. Quantos não foram os dias que eu pensei serem o dia. Quantos e quantos. Mas ele nunca chegou, e claro que não podia chegar, eu é que não percebia que esse dia não chegava quando nós queríamos, mas sim quando alguém maior que nós o desejava. E então eu chorava em segredo, chorava muitas vezes longe deles todos porque me fazias falta e não sabia porque tinhas ido embora sem mim. E oh, eu perguntava-me a mim todas as noites porque é que não me levou com ele? E é agora que tenho o coração a tremer porque não é fácil para mim falar de ti e tocar na ferida e ela agora está assim, toda aberta. E sabes quando tu vens ao assunto num simples jantar de família eu sorrio para esconder as lágrimas que tenho dentro de mim. Faço-o sempre, sempre e eles nunca as vêem mas no fundo eu sei que eles sabem que as tenho. E oh avô eu faço-me de forte, mas tu sabes que não sou, não sabes? Continuo a ser a menina pequenina que andava contigo de barco e jogava contigo ao dominó. Eu não mudei, os meus olhos continuam iguais, verdes pequeninos e o meu coração continua a ser o meu melhor amigo. E olha, eu gostava que tu tivesses aqui agora. Gostava de te mostrar a cor que pintei o meu mundo e mostrar-te todos os seus cantos. Em cada um eu tenho pessoas especiais, sabes? Eu tenho um grande mal, não me consigo desligar das pessoas nem dos sentimentos e acabo por as deixar assim, um pouco perdidas. Mas não, eu nunca me esqueço delas nem do bem que me fazem ou fizeram. Guardo-as em mim como sempre te guardei a ti e tenho-as no coração com grandes doses de amor e carinho. E é por isso que eu gostava que tu conhecesses as pessoas que são especiais para mim. Sabes que é com o meu amor perfeito que eu falo sobre ti? Ele gosta muito de me ver assim desprotegida porque diz que a minha melhor virtude é ser frágil para ele me poder proteger. E oh eu no fundo gosto disso. E sabes, quando falo de ti ou lhe conto que eras tu que me ias sempre buscar à escola na primária, eu choro, e ele dá-me um abraço bem forte, parecidos a todos aqueles que me davas e isso faz-me sentir bem. Ele diz que fico com os olhos a brilhar sempre que és tu o assunto de conversa, e eu surpreendo-o dizendo que só podias ser tu o meu herói. E olha avô eu guardo um segredo bem poderoso comigo, sabes? Guardo-te a ti dentro de mim, e eu só espero que me tenhas levado contigo, no teu coração.

20 comentários:

  1. sabes que eu cheguei agora a casa e digamos que não estava no meu melhor.. e olha, soube bem ler as tuas palavras, obrigada :')

    ResponderEliminar
  2. ...este texto encaixa em mim que nem uma luva. e inspirou-me para escrever à mummy..talvez mais logo. e tu tens um coração bem docinho, como costumo dizer, tão doce como algodão doce:)

    ResponderEliminar
  3. és tão doce e encantas só pela maneira de escrever minha linda :)

    ResponderEliminar
  4. e ele guarda-te no coração também

    ResponderEliminar
  5. amei cada pedaço de arte que aqui escreveste. Absolutamente lindíssimo*

    ResponderEliminar
  6. disseste tudo, beatriz. gostei muito deste, mesmo.

    ResponderEliminar
  7. está encantador este texto. Ele leva-te no coração, acredita princesa :)

    ResponderEliminar
  8. Oh Claire, obrigada. Desculpa não dizer nada do teu texto, comecei a lê-lo mas assim que percebi sobre o que tratava parei... E devo-te a explicação: é um assunto muito pesado para mim, destrói-me por completo

    ResponderEliminar
  9. mas enquanto nao acalmam... ai S:

    ResponderEliminar
  10. claro que sim! Oh, eu acho que prefiro o abandono aos maus tratos sendo as duas medidas muito más!

    ResponderEliminar
  11. ADOREI MUITO!
    tens uma maneira de escrever extraordinária!
    sigo :DD, beijinhos!

    ResponderEliminar
  12. Claire, e que muitos abraços desses te protejam.

    ResponderEliminar
  13. Nada comparado com este encanto de texto cheio de paixão :')

    ResponderEliminar
  14. Tem um óptimo fim-de-semana :D
    Beijinhos *

    ResponderEliminar
  15. meu deus, és um doce de pessoa.
    o teu blog esquece, sempre será um dos que idolatro por tudo mesmo !

    ResponderEliminar
  16. nem sempre conseguimos dizer tudo, mas.. gostei muito :')

    ResponderEliminar
  17. http://euficoporperto.blogspot.com/
    devias espreitar esse blog, penso que estão ai textos teus!!
    desculpa informar-te, um beijinho

    ResponderEliminar