11 de dezembro de 2011

E podíamos parar por aqui uns minutos e ver de que matéria é que é feita o céu. Observar a forma como as nuvens se sucedem e formam no infinito e voltar a desenha-las no alto com o nosso dedo indicador. Podíamos sentar-nos aqui na nuvem e ver de que cor é que ela  fica esta noite. Podíamos voar como quem fosse cair, e fechar bem os olhos só para termos o prazer de nos deixar ficar assim. Lado a lado. Coração com coração. Amor com amor. Podíamos, meu amor. Podíamos viver de sonhos e realidades eternas como é composto o nosso amor. Podíamos sonhar todas as noites com o céu azul e pedir à madrugada que chegasse sempre um minuto mais cedo. Podíamos apanhar-nos aos dois no tempo e deixar-nos flutuar onde o amor nunca vai ao fundo. Podíamos viver de lembranças de escapadelas a meio da noite, ou de segundos preenchidos por fugas à janela, como ambos gostamos tanto. E oh é assim que podemos gostar um do outro, de coração cheio de amor e alma preenchida. É por isto, sabes? É por isto que aqui até onde nós voamos sempre, três metros acima do céu, é tão fácil viver. 

25 comentários:

  1. Dos teus melhores textos, adoro mesmo este teu cantinho mas com este teu post identifico-me é mágico e isso é tão bom de ser lido. Adorei mesmo, muito bom. Beijo :)

    ResponderEliminar
  2. e isto, isto também é bonito. muito.

    ResponderEliminar
  3. Oh agora sou eu que agradeço as palavras que deixaste no meu cantinho. Um beijo :)*

    ResponderEliminar
  4. Oh, tão lindo, tão profundo <3

    ResponderEliminar
  5. Sabes, acho que ela está um bocado desfocada... mas vai voltar <3 OBRIGADA <3

    ResponderEliminar
  6. Estou a seguir :)*
    p.s.: excelente texto

    ResponderEliminar
  7. Que lindo *-*
    Estou seguindo-te
    Beijos :*

    ResponderEliminar
  8. vamos lá ver se ele me responde..

    ResponderEliminar
  9. é dos textos mais bonitos que tu aqui tens e olha, espero que estejas feliz com ele, aí três metros acima do céu.

    ResponderEliminar