9 de fevereiro de 2012




Tenho medo que nos percamos nos gestos a que nos damos um ao outro, ao amor que calamos por ser tão grande de se ouvir, e tão comprido de ser escrito nas palavras. Que a nossa maneira de gostar, no expoente elevado de se amar se perca por ser tudo silenciado por nós. Por não ser dito pelas palavras, por não as leres todos uns dias num daqueles recados que te deixo no bolso, ou por não mo ouvires dizer repetidamente ao teu ouvido sempre que falta um minuto para te ires. Porque gostar assim, amar desta forma é tanto. É tudo. E sempre aprendemos juntos que o tudo não se diz. Guarda-se. E ao guardarmos amor, as palavras que o pesam, deixamo-lo liberto aos gestos, aos movimentos simples que nos levam a tocar-nos desta forma tão transparente um no outro. Os beijinhos no nariz. Os passeios de mão dada numa noite repleta de estrelas. São estes os gestos silenciados a que nos damos um ao outro para nos mostrarmos ser amor. E significam. Porque o somos mesmo sem o sussurrar. Ou gritar. E esta particularidade que temos, de ficar sem nada dizer, de sorrir por saber as palavras que não foram ditas são momentos que não se podem tocar. São fracções de tempo que de tanto brilho terem não se podem quebrar. Porque se não cuidarmos..desaparecem..perdem-se no tempo..esquecem-se algures na memória, onde tudo cai e nada se encontra.

31 comentários:

  1. adoro, és um anjo das palavras

    ResponderEliminar
  2. e marca-me a mim uma escrita tão pura como esta

    ResponderEliminar
  3. é maravilhoso receber elogios vindo de alguém como tu!

    ResponderEliminar
  4. ohh, quem me dera querida claire, quem me dera

    ResponderEliminar
  5. não é nem de perto errado, sonhar faz-nos bem à alma. é como se quiséssemos invadir um outro mundo quando não nos sentimos bem no nosso. obrigada Claire :)

    ResponderEliminar
  6. oh muito obrigada <3 fico tão feliz por saber isso! e sabes,o titulo nem foi muito pensado. veio-me á cabeça num instante de segundos e pensei "soa-me tão bem " :)

    ResponderEliminar
  7. A tua escrita é tão doce... Fiquei sem saber se devia ou não deixar-te algum comentário, mas acho que todos devemos saber quando ajuda-mos alguém e tu ajudaste-me.
    Ler-te é como encontrar paz, e recordou-me o motivo pelo qual eu comecei a escrever em primeiro lugar. Porque me transmitia essa dita paz, essa sensação de segurança e felicidade plena que as tuas palavras me transmitem. Sinceramente nem sei bem porque esqueci estes sentimentos, mas muito obrigado por me ajudares a relembrá-los. :)

    ResponderEliminar
  8. e com meia dúzia de palavras tu fizeste-me sorrir de sinceridade, sorrir de saudade dessas tuas lindas palavras que soltas ao vento e esperas que ele leve até de mim
    obrigada minha claire, minha querida doce claire

    ResponderEliminar
  9. oh maria,querida maria eu nem sei como agradecer-te essas palavras que aqui deixaste. um obrigada de coração,mesmo grande. e sabes,já me deu muita vontade de parar de escrever,por momentos quando achava que já não conseguia encontrar o encaixe das palavras,mas olha eu digo-te : vais sempre encontra-lo quando menos esperares. quando precisares de escrever, sentires essa necessidade vais encontrar as palavras e desfrutar delas com toda a calma e paz que tanto falas. fico realmente feliz por te sentires bem ao ler-me aqui,não tenho mais vontade de ir..

    ResponderEliminar
  10. no dia em que desaparecerem, desapareço com elas.
    e quando escreves, as palavras dançam e pedem que dancemos com elas.

    ResponderEliminar
  11. és grande, és grande de coração, e és grande nas palavras doces que aqui nos deixas ((:
    gostei muito, aliás, não há como não gostar **

    ResponderEliminar
  12. Oh, eu tenho princesa. Vou ganhando a cada dia que passa <3

    ResponderEliminar
  13. E olha, isto está tão lindo <3

    ResponderEliminar
  14. Eu sei, eu sei.
    E olha, não tens que agradecer (:

    ResponderEliminar
  15. Óh claire eles tanto podem estar certos com errados, mas sim eu vou me guiar pelo que eu acho que é melhor e não pelo o que os outros dizem! *Segui

    ResponderEliminar
  16. Cuido Claire!
    E este textos ajudam-me imenso!

    ResponderEliminar
  17. Oh, querida, eu é que tenho que agradecer e muito... E não vás, porque estás aqui muito bem.
    Sinceramente é dificil dizer-te o quão bem escreves. Nunca pares de o fazer, a sério.

    ResponderEliminar
  18. Não tenhas medo. Quem ama não esquece... (':

    ResponderEliminar
  19. http://bijuteria-da-m.blogspot.com/2012/02/informacao-iii.html - Participa :)*

    ResponderEliminar
  20. obrigada pela força doce, entretanto surgiram mudanças, penso que vai tudo voltar, os sorrisos, os sonhos, ele finalmente percebeu o que há muito tento explicar-lhe, espero que as mudanças surjam daqui para a frente nele, e que a nossa relação melhore dia para dia **

    ResponderEliminar
  21. gosto muito (:
    http://trueofmyhistorylife.blogspot.com
    vê se gostas (:

    ResponderEliminar