10 de março de 2012

Hoje a lua está maior do que o habitual e é ela que me lembra sempre de ti. Quando sai para o café olhei-a, por segundos que demoraram a passar, e eu posso quase dizer que a senti a olhar para mim. Se calhar és tu que me olhavas. Antes dizias-me que ia ser sempre assim, que quando te tirassem de mim, não eram nas estrelas, mas sim na lua que tu ias estar. Porque eu lembro-me que sempre te disse que a lua tinha algo de especial para mim. Algo sem nome. Mas bonito porque ela também o é. E eu hoje lembrei-me de ti - com mais força durante aqueles segundos. Lembrei-me que não é preciso estares aqui para te sentir a falta, porque esta se sobrepõe a tudo isso e deixa-nos o coração nas mãos. Bem, e esta noite o meu está nelas. Sinto muito a tua falta. E parece que ao escrever-te, essa falta se vai alastrando cada vez mais, que chega a doer. Bastante. Porque eu acho que tenho medo das palavras que recolho para ti, porque tu de uma forma ou de outra, aí onde estás, as lês e sentes tudo o que aqui te digo. E sabes o que eu quero dizer mesmo sem o dizer, não sabes? Tem sido disto que eu mais tenho sentido a falta. É que já não há muita gente que saiba estar sem nada dizer, que saiba ouvir até ao fim sem se pronunciar. Ou que saiba apenas sorrir no final como gesto de aprovação. Tu sabias. E nesta noite o meu coração - que está nas mãos - precisava disso. Precisava de ti. Precisava de guardar a cor do teu sorriso para a poder multiplicar e juntos formarmos um arco-íris dos sorrisos. Tu consegues ver-me dai. E eu daqui tento ver-te a ti na forma mais bonita que encontro. E essa é na luz da lua. Porque eu sempre te disse: que a lua é a  parte mais bonita da noite.

34 comentários:

  1. és como a lua - sempre a iluminar os que carecem de brilho.

    ResponderEliminar
  2. obrigada :')
    oh, a Lua... como ela consegue ser tão especial, e ligar duas pessoas. também a adoro! e espero que essa pessoa vá para perto de ti*

    ResponderEliminar
  3. no teu blog, eu sou daquele tipo de seguidoras que lê todos os teus textos mas que (muito) raramente os comenta.. por isso eu tenho lido e acho que percebi que as coisas terminaram.. infelizmente, confesso, porque escrevias com tanto, tanto amor, que contagiava qualquer pessoa.

    ResponderEliminar
  4. ai, então desculpa-me :'x lamento imenso!

    ResponderEliminar
  5. compreendo-te. mando-te um beijinho com muita força agarrada.

    ResponderEliminar
  6. claire encantadora, também tu as tens. isso é visível quando cá venho. esta música também me derrete.

    ResponderEliminar
  7. oh, é não é, a lua é a parte mais bonita da noite, também o digo e oh, ela hoje está linda, grande e forte, tão forte que até consegue passar alguma dessa força para mim, o que me deixa um pouco, pouquinho melhor, espero que tu estejas bem meu doce , dentro dos possíveis , pelo que tenho visto neste teu cantinho não estás muito bem :s

    ResponderEliminar
  8. é mesmo. E o teu melhor está aqui, nas palavras.

    ResponderEliminar
  9. Gostei muito. Escreves lindamente :)

    ResponderEliminar
  10. tu tens sempre os elogios mais ternos :')

    ResponderEliminar
  11. "Porque eu sempre te disse: que a lua é a parte mais bonita da noite." wow

    ResponderEliminar
  12. a lua também me recorda muitas coisas...
    está tão doce

    ResponderEliminar
  13. Oh meu amor, obrigada <3
    E olha, isto aqui está perfeito :')

    ResponderEliminar
  14. a lua recorda bastantes coisas boas.
    beijinho blog muito simples mas bonito :)

    ResponderEliminar
  15. obrigada claire, o teu está maravilhoso!

    ResponderEliminar
  16. oh que amorosa:)
    e olha que tu também não..! nunca

    ResponderEliminar
  17. estou certa de que terás um sorriso bem doce :'))
    a sério ? que sorte, claire *.* é mesmo um encanto, entro aqui e fico derretida.

    ResponderEliminar
  18. oh flor, também tenho escrito para o meu avô, e a lua, especialmente lua cheia, e as estrelas, aquelas grandes e brilhantes que estão sempre no céu, fazem-me lembrar esta pessoa tão especial que é o meu avô * não sei, alguns textos parecem-me que estavas em baixo, mas fico muito feliz por saber que me enganei (:

    ResponderEliminar
  19. ficaram, e ficaram, sempre, sempre enquanto nós os recordar-mos, e oh, eu pelo menos vou recordar sempre. já percebi amor, deve ter sido isso, tenho-os lido, mas o tempo é pouco para comentar e depois percebi mal. fico um pouco mais feliz por ver que estas bem* e eu, eu vou melhorar, um dia, não sei quando, mas vou melhorar <3

    ResponderEliminar
  20. eu adoro quando entro em blogs com músicas do meu passado e então não consigo sair de lá ahah
    beijinho muito apertado :)

    ResponderEliminar
  21. deve ter sido um momento mesmo especial :')

    ResponderEliminar
  22. nao tenhas medo das palavras, deixa elas fluirem *
    sigo! gostei!
    Adoraria que lesses o meu ultimo post, e desses a tua opinião, se gostares seguires.
    beijinho,
    pensando com arte.*

    ResponderEliminar
  23. Nao duvides, é o melhor mesmo *.*

    ResponderEliminar
  24. está maravilhoso claire, como sempre :')

    ResponderEliminar