12 de setembro de 2013

Se desenhares um circulo perfeito numa folha de papel apercebes-te que podes ser tu que estás dentro dele. Shhhh, não fales. Eu vou contar-te o segredo. Hoje peguei numa folha de papel branca, e quando me apercebi tinha pegado na caneta, não para escrever mas sim para desenhar. Desenhei um circulo ao longo da folha e coloquei-me lá dentro. Um círculo. Seria uma boa metáfora para a minha vida. De linhas perfeitas e de encontro certo. É isso que chamo a esta nova fase da minha vida, é a isso que se assemelha. Lá dentro estou eu. E aquilo que quero que também esteja. Não há entradas indesejadas ou visitas momentâneas. Quem vem, vem para ficar. Quem quiser vir para não ficar, não entra. E é como se o limite do círculo fosse a porta da minha vida e lá dentro coubesse tudo aquilo que tenho guardado tão bem na palma das minhas mãos. E por isso, já sabes que quando tiveres o tempo a passar-te entre os dedos, pega numa caneta e desenha o teu próprio circulo. Estabelece os teus próprios limites e as tuas regras. Mantém-te lá dentro com quem te quer bem, sem nunca escapares por quem já te quis mal. Vês? É esse o segredo. 

13 comentários:

  1. É um grande segredo, querida Claire, mas nem sempre conseguimos levar avante. O círculo tem de tudo, até pessoas que entram para não ficar. Mas é assim que aprendemos e crescemos. Vou guardar o segredo no coração :)

    ResponderEliminar
  2. a vida podia ser tão assim!

    vou ter que pensar positivo linda, obrigada :)

    ResponderEliminar
  3. tens aqui um cantinho lindo claire

    ResponderEliminar
  4. as poções mágicas servem como o circulo, para resultarem no lado bom da vida.
    parabéns pelo blog*

    ResponderEliminar
  5. o segredo é tentar viver a vida como isso fosse real mesmo;
    tinha saudades de passar por cá, olá de novo:)

    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. o que significa o titulo????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vem de um diálogo que tive com a pessoa que gosto. É importante.

      Eliminar
  7. Que bonitas essas tua palavras, fiquei fascinada ao ler-te!

    ResponderEliminar