2 de março de 2013

00:10

Espera por mim. Oiço o telemóvel tocar e quando me debruço sobre ele é o teu nome que se encontra no ecrã. Espera por mim. Leio-o, pela segunda vez, e agora em voz alta. Como se eu não tivesse esperado por ti, toda a minha vida. Esperei, e continuo a fazê-lo ainda, passado mais de dois anos. A esperar por ti.. em tantas noites como a de hoje, com tanto ou com mais frio do que aquele que está hoje. Mas nada importa, quando se trata de esperar por ti. Quando se trata de descer de casa, e subir ao paraíso que são os teus braços. Seja onde for; sempre diferente de onde foi na noite passada. Sejas tu, eu, ou o destino a escolher o local. Pormenores. É o que menos importa. E eu continuo a esperar por ti, porque é quando estou do teu lado que o mundo está dentro de mim e não à minha frente. Cheguei. E perante isto, volto a sorrir. Por ti, por nós. Por permanecermos.

18 comentários:

  1. "E eu continuo a esperar por ti, porque é quando estou do teu lado que o mundo está dentro de mim e não à minha frente." que bonito, que verdadeiro, que sentido, mais uma vez fiquei encantada.
    beijinhos!

    ResponderEliminar
  2. Eu só vi alguns episódios e por acaso mas gostei. São mesmo.

    ResponderEliminar
  3. custa não é linda? sabes o quanto angustiante isto é?

    ResponderEliminar
  4. Amar (também!) é esperar, e tu ama-lo sem dúvida alguma. Está lindo!

    ResponderEliminar
  5. gosto muito (:
    http://trueofmyhistorylife.blogspot.com/
    vê se gostas (:

    ResponderEliminar
  6. "Quando se trata de descer de casa, e subir ao paraíso que são os teus braços." - adorei. uma preciosidade, realmente.

    ResponderEliminar
  7. fiquei encantado com o teu blog , está mesmo lindo , escrita harmoniosa e muito sentida, segui

    ResponderEliminar
  8. Escreves muito bem! Vou seguir, obrigado por deixares o teu link :)*

    ResponderEliminar
  9. são palavras merecidas por tudo o que escreves e dedicas a nós, keep going

    ResponderEliminar