1 de setembro de 2014

beginnings

Para muitos este novo mês de Setembro é sinônimo de recomeços, de novos caminhos, novas paixões, novos ares ou até novas casas. E eu temo não ser a excepção. Abri um caminho e estou pronta para o seguir sem medos ou receios. Daqueles caminhos que apenas se abrem no coração, sabem? Quero também estar mais presente aqui no meu cantinho, contar as minhas histórias e ouvir as vossas e com tempo, ter tempo de comenta-las como sempre gostei de fazer. Tenho pena que tantas pessoas se tenham afastado deste mundo, ou por falta de tempo ou por vontade própria. Tenho saudades de chegar aqui ao final da noite e ter inúmeras das vossas histórias para ler e reler. Histórias de amor, daquelas que aconchegam os corações por mais frios que estes possam estar. E sempre foi isso o que mais gostei por aqui; apesar de não conhecer quem está atrás das palavras, é inevitável não sentir um carinho imenso por quem estamos habituados a ler anos após anos. É por isso que penso estar de volta, para vos contar de que é feito este meu novo caminho - que não é nada mais que um passo atrás - mas desta vez daqueles passos que se dão sem um peso imenso de querer voltar atrás. Quero contar-vos o que é feito da claire que sempre esteve habituada a voar três metros acima do céu e de repente pareceu estar tão perdida. Agora estou aqui e quero que este cantinho de palavras esteja mais vivo do que nunca porque é tal e qual como eu me sinto. Apaixonei-me. De novo.


12 comentários:

  1. Que este nov recomeço te traga de volta para nós e não te leve. Precisamos de ti por aqui querida claire

    ResponderEliminar
  2. Sinto-me tão feliz por perceber um grande bocado do teu desabafo. Fico feliz por ti, por ti e por toda a magia que ainda consegues deitar com as tuas palavras. Infelizmente as minhas desapareceram, nunca mais o consegui fazer. Beijinhos, querida claire

    ResponderEliminar
  3. Escrevo mas não sinto nada do que escrevo. Escrevo e apago, já nao faz sentido. As palavras que escrevo já não soam bem, estou assustada com isto

    ResponderEliminar
  4. obrigada pelas palavras. talvez um dia tenha coragem e num acto de loucura seja capaz de lhe dizer o que sinto. talvez aconteça o mesmo com ele. por agora, acho que a nossa amizade é tão importante que o medo de perdê-lo é maior que tudo! talvez um dia :)

    fico feliz que estejas de volta! sinto-me um pouco tu, porque maior parte das pessoas que seguia com mais entusiasmo foram saindo deste mundo, o que me deixou um pouco triste para continuar por aqui. mas não consegui deixar de escrever, por muito pouco que fosse! ainda bem que estás de volta :')

    ResponderEliminar
  5. Sou dessas pessoas que também se afastou deste mundo, mas voltei a sentir necessidade de voltar a escrever.
    Como eu te compreendo, espero que agora voltes com ainda mais força e mais alegre com o coraçaozinho cheio de amor.
    Desejo-te muitas felicidades pois nao ha nada melhor que amar e ser correspondida.

    ResponderEliminar
  6. Sou dessas pessoas que também se afastou deste mundo, mas voltei a sentir necessidade de voltar a escrever.
    Como eu te compreendo, espero que agora voltes com ainda mais força e mais alegre com o coraçaozinho cheio de amor.
    Desejo-te muitas felicidades pois nao ha nada melhor que amar e ser correspondida.

    ResponderEliminar
  7. Espero puder voltar a ler-te quase todos os dias.. E obrigada!

    ResponderEliminar
  8. não quero que tenha perdão, mas ao mesmo tempo quero perdoar. também sei que se o fizer, voltará a acontecer e eu quero ser respeitada, compreendida e amada. o meu coração anda às voltas, claire. voltas que me fazem chorar todos os dias de saudade, se voltar para o meu abrigo. ao mesmo tempo quero afastar-me e sentir que luta por mim

    ResponderEliminar
  9. Volta adoro o os teus textos cheios de sentimento

    ResponderEliminar